Dores

No caso de dores crônicas, que tendem a voltar sempre ou que são difíceis de ir embora, é bem provável que haja uma forte questão emocional por detrás. Se ela não estiver clara para você, o melhor a fazer é perguntar a si mesmo(a): Se houvesse um fator emocional para essa dor de cabeça, qual seria?

Tente prestar atenção à sua dor, tente ouvir o que ela está querendo dizer a você. Lógico, isso é fácil falar, mas muitas vezes difícil de traduzir e entender. Mas o que podemos saber é que uma dor de cabeça ou enxaqueca dificilmente está sozinha, pois frequentemente quem sofre desse problema está ao mesmo tempo bastante ocupado(a) em preocupar-se com outros problemas do corpo. Pode ser uma ansiedade, um trauma ou até uma preocupação sobre um ente familiar ou até sobre a perda de peso.

Apesar da medicina moderna ainda estar pesquisando sobre as inúmeras causas de uma dor de cabeça, algumas já nos são bem conhecidas. Quem sofre de muito estresse ou ansiedade, por qualquer razão, tem forte probabilidade de sofrer também com dor de cabeça.