513d095fe0654_1-300x199

As aparências enganam

As aparências enganam e trazem junto suas armadilhas, Será que as aparências enganam facilmente? Um dos assuntos mais presentes no dia a dia e que carrega uma carga muito forte é o valor que a aparência tem modifica relações e comportamentos. Muitos se questionam o que realmente deve ser levado em consideração: a aparência ou o que está por dentro das pessoas e das coisas em geral?

E assim muitas vezes os olhos enganam e não deixam enxergar o que de fato é bom ou ruim. Às vezes nos deixamos enganar por uma bela embalagem de presente, sem saber o que há por dentro. Quem nunca sentiu brilho nos olhos ao receber uma caixa grande com um belo laço vermelho? Ou ao receber uma caixinha modesta não se empolgou na mesma medida? Os nossos sentidos, então, muitas vezes nos fazem avaliar a embalagem positivamente, sem antes analisarmos o conteúdo.

A impressão que se tem das pessoas vai pelo mesmo caminho. A própria sociedade, com o estabelecimento dos estereótipos e de comportamentos a serem seguidos como um padrão, estimulam a valorização das aparências. “Vivemos em uma sociedade em que ter é mais importante que ser. Um exemplo é a ênfase cada vez maior na beleza e estética com uso desenfreado de cirurgias plásticas e dietas radicais inclusive entre jovens”, aponta a psicóloga clínica e terapeuta de casal e família da PUC/RJ Viviane Lajter Segal.

caminhando-feliz-300x199

Viver melhor

A OMS estima que um terço da população mundial adulta seja fumante, ou seja, 1,2 bilhão de pessoas (entre as quais 200 milhões de mulheres). Veja agora a lista de 10 coisas que você precisa saber sobre o fumo.

O consumo de derivados do tabaco causa cerca de 50 tipos de doença, principalmente as cardiovasculares (infarto, angina), o câncer e as doenças respiratórias obstrutivas crônicas (enfisema e bronquite). Estas doenças são as principais causas de óbitos por doença no Brasil, sendo que o câncer de pulmão é a primeira causa de morte por câncer.

Leia mais

hoje_vou_parar_de_fumar_wall-300x225

Você Precisa Saber

A OMS estima que um terço da população mundial adulta seja fumante, ou seja, 1,2 bilhão de pessoas (entre as quais 200 milhões de mulheres). Veja agora a lista de 10 coisas que você precisa saber sobre o fumo.

O consumo de derivados do tabaco causa cerca de 50 tipos de doença, principalmente as cardiovasculares (infarto, angina), o câncer e as doenças respiratórias obstrutivas crônicas (enfisema e bronquite). Estas doenças são as principais causas de óbitos por doença no Brasil, sendo que o câncer de pulmão é a primeira causa de morte por câncer.

Leia mais

HIPNOSE-288x300

Verdades e Mitos sobre a Hipnose

POSSO SER HIPNOTIZADO CONTRA MINHA VONTADE?

A hipnose de palco tem criado a ilusão de que o hipnólogo tem poderes para isso, mas isso é inexistente. O hipnoterapeuta só pode induzir o estado de hipnose, com seu concentimento e colaboração. Você decide seguir as sugestões de entrar no estado de profundo relaxamento mental e físico. Se durante o processo desejar abrir os olhos ou falar, poderá faze-lo.naturalmente o hipnotizador deve ter o devido conhecimento e a força mental necessária à concentração no momento certo, mas isso não é suficiente, já que para que aconteça a hipnose existe a necessidade de um campo de interação e confiança, denominado “rapport”.

TODA HIPNOSE É AUTO-HIPNOSE?

Desde o início da sessão você escolhe aceitar as sugestões do hipnoterapeuta para permitir a entrada no estado de hipnose. é você que tem o controle da sua mente

O HIPNOTIZADOR CONTROLA O DESEJO DO PACIENTE?

Nenhum paciente hipnotizado faz aquilo que seja contra seus princípios, crenças ou ética, ou seja, ele só é capaz de fazer aquilo que considera inofensivo e, mesmo assim, se desejar.

PODE-SE TORNAR DEPENDENTE DA HIPNOSE?

Não existe qualquer tipo de dependência na hipnose.

A PESSOA PODE NÃO VOLTAR DO TRANSE, FICAR PRESA NELE?

Não é possível ficar preso ao transe. O transe profundo leva ao sono que, como qualquer sono, dura até o momento de acordar, que é natural a cada indivíduo.

A PESSOA FICA INCONSCIENTE EM TRANSE?

A hipnose é um estado de consciência, você tem memórias da sessão, e tem controle acerca do que pensa, diz e ouve. Se não concordar com o terapeuta, abre os olhos e interrompe a sessão.

 HIPNOSE É TERAPIA?

Embora a hipnose tenha a facilidade de trazer alívio e paz, o que já serve para curar uma série de angústias e ansiedades, ela é apenas uma ferramenta utilizada nas terapias. A hipnose em si não é uma terapia. A hipnose é uma poderosa ferramenta quando aplicada à terapia ajudando na obtenção de resultados bastante satisfatórios.

O HIPNOTIZADO REVELA SEUS SEGREDOS DURANTE O TRANSE?

O hipnotizado só fala aquilo que deseja. Ele terá oportunidade de lembrar de coisas há muito esquecidas, o que chamamos de hiperamnésia, mas só falará se achar seguro.

E SE HOUVER A AUSÊNCIA DO HIPNOTIZADOR DURANTE O TRANSE?

Ao deixar de ouvir a voz do hipnotizador o paciente interrompe o transe induzido ou pode até continuar mais um pouco, mas desperta em seguida. O transe pode se transformar em sono e, se assim for, o paciente acordará normalmente depois de haver descansado um pouco.

nigela-300x155

Hipnose ajuda a emagrecer

A chef de cozinha e apresentadora Nigella Lawson usou de um método não tão comum na hora de perder peso. Como gosta de apreciar um bom prato de comida, ela decidiu aderir às sessões de hipnose para controlar a quantidade de alimentos que ingeria. Recentemente, ao revelar o seu segredo da perda de peso, ela ‘esqueceu’ de citar as sessões, que foram descobertas somente agora.

Nigella está frequentando a clínica de Susan Hepburn, que é conhecida por atender a cantora Lily Allen. Lawson pagou cerca de 295 libras pelas sessões e conseguiu diminuir dois números em seu manequim. A chef de cozinha passou do tamanho 16 para o 12, o que equivale no Brasil ao salto do 44 para o 40. De acordo com o tabloide Mirror, ela foi induzida ao ‘estado de relaxamento de consciência’, em que foi incentivada a consumir quantidades menores nas refeições.

 “Nigella ama comida e sempre amará. Ela nunca vai comprometer este prazer por causa de sua cintura. Mas ela queria perder alguns quilos e decidiu que a hipnoterapia significaria que ela ainda poderia comer o que gosta, mas em quantidades menores. Nigella ficou entusiasmada com os resultados. Ela também aprendeu a auto-hipnose, que poderá usar pelo resto da vida”, disse uma fonte.

Recentemente, Nigella Lawson declarou que devia a sua boa forma e perda de peso à combinação de pilates, um personal trainer e controle da quantidade de alimentos.

Notícia publicada Sex, 13 Set 2013 as 17:19, por CARAS Online.

ansiedade-cura-300x163

Síndrome do Pânico

É uma crise de ansiedade aguda e intensa com duração de 15 a 30 minutos que pode ocorrer a qualquer hora e em qualquer lugar.

Certas situações como multidão, metrô, engarrafamentos, espaços fechados, fobias, acidentes ou catástrofes podem desencadear um ataque.

Os principais sintomas são:

  • Aumento da pressão sanguínea
  • Aumento da frequência respiratória ou cardíaca
  • Falta de ar e sensação de asfixia
  • Tontura
  • Náusea
  • Suor frio e/ou calafrio
  • Ondas de calor
  • Formigamento
  • Tremedeira
  • Desconforto no peito
  • Sensação de estar desligado do corpo
  • Medo de morrer ou ficar louco
  • Desmaio ou vômitos

COMO OCORRE

O cérebro, através da região central, que controla as emoções, dispara um alarme para o corpo, que se prepara para uma ação (não existente) de fugir ou lutar. Para isso o corpo libera adrenalina, que acelera o coração e faz o sangue chegar mais rápido aos músculos.

Há uma aceleração na respiração para que o corpo receba mais oxigênio e permita  mais agilidade à pessoa.

A glândula suprarrenal é acionada e libera o cortisol que aumenta a produção de anticorpos e glóbulos brancos, reforçando o sistema de defesa.

Como não há uma ação, o corpo após receber tais estímulos fica como se houvesse passado por um intenso esforço, causando exaustão e sonolência, já que houve um excessivo gasto de energia.

O primeiro ataque de pânico geralmente verifica-se em momentos de stress ou em reação a uma experiência traumática. Após o primeiro ataque de pânico, as pessoas começam a prestar mais atenção aos seus sintomas físicos. Eles muitas vezes começam a ficar com medo das suas próprias reações físicas. Começam a ficar num estado de hipervigilância sobre os seus sintomas físicos ou algo que possam considerar como ameaça. A pessoa passa a fazer um conjunto de associações (de medo) erradas que provocam uma reação em cadeia, fazendo disparar o sistema nervoso autônomo que deixa a pessoa num estado elevado de excitação. Este estado de excitação é interpretado como perigoso, levando ao completo descontrole.

 O MEDO DE TER MEDO

Muitas pessoas podem ter um ou dois ataques de pânico a qualquer momento das suas vidas, sem que necessariamente se torne incapacitante ou venham a desenvolver transtorno de pânico. No entanto, para algumas pessoas os ataques de pânico são recorrentes. Quando isso acontece, elas podem preocupar-se com os ataques e podem começar a mudar as suas vidas, isto acontece porque começam a desenvolver medo de novo ataque de pânico.

O QUE FAZER?

Procure um médico para  fazer um exame físico completo descartando qualquer problema de saúde física. Muitos sintomas do pânico podem ser assustadores e similares a algumas condições médicas. Se junto do seu médico confirmar que não há nenhum problema físico, você precisa lembrar-se disso quando voltar a sofrer de um ataque de pânico. A confirmação de que não existe nada de errado consigo é uma premissa para reestruturar a crença de que tudo não passa de medos “irracionais” e consequentemente, nada de mal lhe irá acontecer.

Descartado algum problema físico, você pode procurar uma terapia, isoladamente ou em conjunto, com o apoio medicamentoso receitado pelo seu médico. Existem diversas linhas terapêuticas, a psicologia, a psicanálise e hipnoterapia e outras, com excelentes resultados.

ANSIEDADE >SINTOMAS>MEDO>ANSIEDADE…

 Essa intensa ansiedade é desproporcional a qualquer perigo que você possa imaginar.

É importante relembrar-se que o pânico não é permanente, a maioria dos ataques nunca duram mais do que alguns minutos (em média, 15 a 30 minutos). Depois de atingir um pico de desconforto a tendência é que a intensidade dos seus sintomas diminua.

Você pode perceber que os sintomas são associados, e que quando você consegue controlar um deles, quebrando a cadeia, o ataque perde consistência e você pode controlá-lo. Para isso você pode usar:

 RELAXAMENTO: O relaxamento é a chave para superar os ataques de pânico, controle da respiração e meditação podem ser praticados para ajudar a relaxar. Um exemplo é a respiração lenta e profunda.

PENSAMENTO POSITIVO.   Os ataques de pânico geralmente começam a se formar quando você imagina estar tendo algum sintoma e esses pensamentos desencadeiam uma grande ansiedade que leva ao medo de ter medo.

Estes pensamentos são chamados de “previsões negativas” e têm uma forte influência sobre a maneira como sente o seu corpo. Se você estiver mentalmente prevendo uma catástrofe, o seu corpo irá disparar uma resposta de alarme, uma resposta de “lutar ou fugir”.

A EFT – Emotional Freedom Techniques (Técnica de Libertação Emocional) é uma “versão emocional” da acupuntura, sem, no entanto, precisar do uso de qualquer tipo de agulha. O desbloqueio é realizado através de leves batidas com as pontas dos dedos nos terminais destes meridianos enquanto o paciente está sintonizado no problema através da repetição de frases lembretes (frases que indicam ao sistema energético o que está sendo tratado).

O resultado é a resolução de problemas emocionais, mesmo para aqueles problemas profundamente enraizados. que a pessoa vem, há anos, se tratando.

Mande um email para contato@paulomello.net e enviarei um MANUAL DE EFT para que você possa se autoaplicar ou aplicar em quem precise.

Se tiver alguma dúvida entre em contato.

Paulo Mello

Hipnoterapeuta

Este artigo visa informar de forma simples o funcionamento da síndrome do pânico, não servindo de subsídio para auto diagnóstico, o que só pode ser feito por médico qualificado.

 

 

 

 

 

 

 

b0031

TFT (Terapia do Campo do Pensamento)

Thought Field Therapy (Terapia do Campo do Pensamento)

O que é TFT?

O TFT é uma revolucionária abordagem terapêutica desenvolvida, desde 1979, após muitos anos de pesquisa, pelo psicólogo americano Dr. Roger Callahan, Ph. D..

Toda situação estressante ou traumática que vivemos gera um registro no campo do pensamento que Dr. Callahan denominou de “Perturbações”. Estas, por sua vez, acarretam uma interrupção no fluxo de energia do corpo humano, conhecido na medicina tradicional chinesa por meridianos, que dão origem a  diversos tipos de problemas emocionais e físicos.

Com o TFT é possível, em questão de minutos, tratar traumas de longa data, medos, raiva, culpa, mágoas, entre outros, pois sua ação trata diretamente a perturbação no campo do pensamento e simultanemante restabelece o fluxo da energia vital nos meridianos.

Seu método é não invasivo, sem efeitos colaterais e a própria pessoa pode se auto aplicar.

Baseado no sistema de meridianos da acupuntura, porém sem utilizar agulhas, e integrado ao campo do pensamento, o TFT proporciona um tratamento rápido e muito eficiente, mesmo para casos complexos como traumas de infância, abuso sexual e síndrome do pânico, podendo ser completamente superados em poucas sessões.

Na acupuntura tradicional, utilizam-se agulhas para estimular os pontos dos meridianos onde o fluxo da energia está bloqueado. No TFT, no lugar das agulhas, os pontos são estimulados, em uma ordem pré-determinada de acordo com o tipo de problema tratado, através do Tapping (pequenas batidas com as pontas dos dedos) ao mesmo tempo em que a pessoa que recebe o tratamento sintoniza no seu pensamento o problema em questão. Esse simples ato de pensar no problema simultaneamente ao estímulo dos meridianos faz toda a diferença, pois além de desbloquear o fluxo da energia, consegue-se assim eliminar as perturbações no campo do pensamento (ou campo mental) e a carga emocional negativa associada são imediatamente eliminadas também.

O TFT vem obtendo excelentes resultados nos mais diversos tipos de problemas emocionais, psicológicos e físicos.

Possui um índice de sucesso sem paralelo nos tratamentos em cada nível de TFT.

É indicado para tratamento rápido de qualquer tipo de problema emocional:

 

Traumas Complexos

Abusos Sexuais

Ansiedade

Stress

Fobias

Depressão

Tristeza

Rejeição

Medo de falar em público

Medo de dirigir

Vícios

Dificuldade para emagrecer

Baixa autoestima

Pensamentos Obsessivos

Claustrofobia

Compulsão alimentar

Vergonha

Constrangimento

Raiva

Culpa

Dores amorosas

Luto

Síndrome do Pânico

Problemas Familiares

Emoções negativas em geral

Para o corpo físico, o TFT proporciona um fortalecimento do sistema imunológico, remove bloqueios e toxinas do corpo. É usado como um instrumento de auxílio para a melhora do estado de saúde, sendo aplicado complementarmente aos tratamentos tradicionais, para casos de:

Doenças diversas Fadiga crônica Alergias Dores musculares crônicas
Dores de cabeça e enxaqueca Insônia Dores pós-cirúrgicas Eliminar efeitos colaterais de remédios
Problemas de estômago Hipertensão Pressão baixa e alta Bronquite e asma
Diabetes Dores nas articulações Problemas cardíacos Doenças pulmonares
Alcoolismo Parar de fumar Prisão de ventre Entre muitos outros…

 

Para o tratamento de dores físicas, o TFT possui um efeito imediato na grande maioria das vezes. Mesmo dores crônicas de longa data conseguem grande melhora em pouquíssimo tempo.